Historia da Associação

Versão para impressão
PDF

Nós a Associação Portuguesa de Cunicultura somos uma instituição Nacional com sede em Aveiro, fundada com os objectivos de promover o sector, nomeadamente através do estudo e defesa dos interesses relativos á Cunicultura, progresso técnico, legislativo, económico, social e formação profissional.

Fundámos a ASPOC em 13 de Setembro de 1991 em Leiria, na altura contámos com um pequeno número de cunicultores, contribuindo e valorizando o que na altura pensávamos ser um minúsculo episódio. Passados 20 anos, seguindo a mesma ideologia, valorizamos e defendemos a cunicultura, continuando a desenvolver esforços com um amplo trabalho já desenvolvido.

Desenvolvemos uma grande parte do trabalho a partir da colaboração activa com os recursos humanos do Ministério da Agricultura, na área de legislação nacional e comunitária e da Direcção Geral de Veterinária, no âmbito da legislação/utilização de medicamentos e legalização de explorações, passando também pelas situações de eliminação de cadáveres e produtos de utilização veterinária.

Actualmente somos privilegiados ao contar com cerca de 190 sócios onde se incluem, Produtores, Centros de Selecção, Centros de Inseminação Artificial, Matadouros, Técnicos Veterinários, que se encontram distribuídos pelo território Nacional e Internacional, com maior incidência na Região Centro e Norte do País, representando cerca de 110.000 fêmeas produtoras. O nosso trabalho na ASPOC é fundamentalmente no sentido de transformar A Produção e o Consumo da Carne de Coelho, em algo que sintamos orgulho em apostar.

Continuamos no âmbito das nossas atribuições, procurar dar todo o apoio técnico aos cunicultores da sua área social de modo a solucionar os seus problemas e promover o desenvolvimento da região de intervenção. É nosso interesse criar condições para permanecer e instalar uma população, permitindo assim o rejuvenescimento do tecido empresarial da cunicultura.

Prestar um serviço com qualidade, gerir com rigor os recursos humanos e materiais, orientar a actividade para satisfação dos públicos e obter elevados indicadores de eficiência e de eficácia do sector, é o caminho que nós ASPOC queremos percorrer. Sendo assim criámos uma maior relevância ao desenvolvimento dos planos de intervenção perante a comunidade regional e sectorial, para que as pessoas se dediquem á cunicultura e sejam valorizadas perante o sector.

A nossa zona de Acção situa-se em todo território Português, podendo ter ou participar em acções noutros países europeus sempre que a defesa dos interesses da ASPOC o justifiquem.