V Jornadas de Cunicultura - Conclusões

Versão para impressão
PDF

V Jornadas de Cunicultura ASPOC / ESA-IPVC

CONCLUSÕES

Nos dias 24 e 25 de Outubro de 2013, realizou-se a 5ª Edição das Jornadas de Cunicultura da Associação Portuguesa de Cunicultura (ASPOC) em parceria com a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima (ESA-IPVC), em Refoios de Lima, na ESA-IPVC.

Estas Jornadas contaram com a presença de 310 participantes, dos quais 42% técnicos e administradores de empresas do sector, 14% de alunos e convidados e 44% foram produtores com uma representação de 65 000 fêmeas. Este encontro anual, centrou-se no debate da atualidade do sector e na promoção e degustação da carne de coelho.

 

No dia 24, realizou-se um simpósio satélite sobre o Ciclo produtivo em cunicultura onde foram abordados os temas da maternidade, engorda, transporte e abate e outras alternativas de produção. Num formato mais académico, foram abordados, de uma forma geral, todos os temas desde a produção até ao produto final, sendo o público-alvo essencialmente alunos. Este simpósio contou com a presença de técnicos Nacionais, as Médicas Veterinária Inês Calhoa e Teresa Tavares e o Engenheiro Zootécnico Pedro Carvalho. De Espanha, esta mesa contou com a presença do Médico Veterinário Juan M. Rosell, uma das principais referências para a Cunicultura.

 

Como ponto alto deste primeiro dia, destaca-se ainda o jantar na Cozinha dos Frades da ESA onde, com a nobre presença do Chef Hélio Loureiro, estiveram presente todos os oradores, comissões e representantes das entidades oficiais. Numa degustação da carne de coelho, foram apresentados diferentes pratos e entradas de coelho com direito a um showcooking realizado pelo Chef. O convívio e a promoção da carne de coelho foram a marca desta iniciativa.

No dia seguinte, iniciaram-se os trabalhos com a abertura formal das Jornadas, com a presença da Presidente da ESA-IPVC, Ana Paula Vale, do Presidente da ASPOC, Carlos Alexandre, do representante do Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, o Vereador Paulo Barreiro de Sousa, e o Secretário de Estado da Alimentação e Investigação Agroalimentar, Nuno Vieira e Brito.

Na primeira sessão, Segurança e Bem-estar, foi explicada a importância do controlo de pragas e infestante de uma exploração, para a higiene e bem-estar dos animais, pelo palestrante Tiago Grosso. No seguimento, Nuno Alegria, Professor Universitário, apresentou medidas de medicina preventiva em cunicultura, de forma a aplicar de forma mais eficaz as normas de biossegurança de uma exploração. Por fim, novamente com a presença de Juan M. Rosell, foi abordado o tema da tinha, as suas consequências e medidas preventivas.

Na sessão de pósteres foram abrangidos vários temas, mostrando, de forma clara, a contribuição dos trabalhos desenvolvidos nas instituições de ensino superior e empresas neste sector.

Na mesa redonda, onde o tema foi a Cunicultura arte de bem fazer e bem comer, foi apresentado um vídeo, elaborado pela ASPOC sobre toda a fileira, desde a produção ao prato. Foram debatidas estratégias no sentido de profissionalizar o sector e trabalhar no aumento do consumo da carne de coelho, dadas as suas características organoléticas e a sua excelente composição dietética. Este debate foi o ponto alto do segundo dia das Jornadas e contou com a presença do Presidente das ASPOC, Carlos Alexandre, como moderador, Paulo Gonçalves, em representação dos produtores, António Santa, pela IACA, Cândida Cruz em representação dos técnicos do sector, Ricardo Tavares, em representação dos Matadouros, Nuno Nêveda da APN e Xabier Arriolabengoa da Intercun.

Não podemos deixar de salientar a 1ª edição das Jornadas Gastronómicas de Coelho realizada no final das palestras, onde as experiências e convívios gastronómicos realçaram a carne de coelho em diferentes vertentes culinárias, com diversos pratos e entradas confecionados com esta carne de excelência.

Agradecemos aos patrocinadores, a toda a comissão organizadora da ESA, docentes e alunos, a todas as entidades e sobretudo aos produtores que contribuíram para o magnífico sucesso destas Jornadas

Esperamos com estas Jornadas, com o apoio de todos os intervenientes, diretos e indiretos, ter superado as espectativas e partilhado novas ideias e desafios que permitam contribuir para a profissionalização da cunicultura nacional.

 

 A Comissão Organizadora